domingo, 11 de setembro de 2011

Respirar é vida!

Oi queridos!
Vocês já repararam que quando a gente leva um susto, prendemos o ar? Se estamos com medo, respiramos rapidamente? Ou com raiva, puxamos e liberamos o ar com mais força?
É, sem percebermos, a respiração denuncia todas as emoções e alterações no nosso corpo, seja fisiológica, seja mental. É o “termômetro” das nossas emoções.
E Porque respirar é tão importante? Como ela acontece? Qual a respiração correta?
São estas perguntas que desejo responder neste post.
Respirar é um movimento tão comum e automático do nosso organismo que dificilmente percebemos que estamos fazendo, a não ser quando o ar começa a faltar devido nossa capacidade respiratória estar afetada por alguma patologia. Nesses momentos é possível perceber a imensa importância do ar irrigando os pulmões e a necessidade de ter consciência da respiração.
Alguns benefícios da respiração correta são:
  • Oxigena o sangue e nutre o corpo a nível celular.
  • Expele as toxinas do corpo.
  • Estimula a circulação.
  • Aumenta o tônus da pele.
  • Acalma a mente e o corpo.
  • Melhora a concentração.
  • Promove ritmo e fluidez para os movimentos.
  • Colabora no recrutamento correto dos músculos.
De forma resumida o processo da respiração ocorre assim:
1-    O ar entra pelo nariz, passa pela laringe e pela traquéia. Em seguida, alcança os pulmões.

2-    Ali ele se dirige para os brônquios, que conduzem o gás por caminhos estreitos até os alvéolos.

3-    Nesse ponto o sistema respiratório e circulatório se encontram, possibilitando a entrada de oxigênio na corrente sanguínea. O gás é captado pelos glóbulos vermelhos e segue viagem com destino às células do corpo.

4-    Ao penetrar nas células dos músculos, o oxigênio faz às vezes de combustível, fornecendo-lhes energia. Os músculos recebem o oxigênio recém captado pela inspiração e expelem o gás carbônico, que fará o caminho de volta até ser expelido pela boca.
Notaram que na explicação acima eu falo em puxar o ar pelo nariz (inspiração) e soltar pela boca (expiração)? Esta é a respiração correta. Quando você inspira o ar pelo nariz, ele filtra, umidifica e aquece o gás, deixando-o mais adequado para o corpo.
Em relação ao movimento respiratório, existem dois tipos de respiração:
a)    Diafragmática ou Abdominal: o abdômen se infla e os músculos do abdômen e da região lombar relaxam, dificultando a estabilização do corpo. Esta respiração é utilizada no Yoga e é muito eficiente para o relaxamento e meditação. Veja no vídeo abaixo:
video

b)    Torácica ou Tridimensional: a caixa torácica é empurrada para o lado, para frente e para trás, com a ação do diafragma e dos músculos intercostais. Os músculos abdominais e do assoalho pélvico mantêm-se contraídos, estabilizando a postura.

Ambas possuem benefícios distintos, porém, a que eu prefiro e utilizo é a segunda, que é a respiração do Pilates.
Vamos exercitar?
1º - Sente-se em uma cadeira com encosto com as costas e bumbum apoiados neste. Postura ereta (leiam o post anterior sobre postura) e coloque as mãos sobre as costelas (polegar tocando as costelas de trás e indicador e outros dedos as da frente).

2º - Dê uma tossida (isto mesmo, Cof!) e perceba que seu abdômen ficou contraído.
3º - Agora, mantendo esta contração abdominal, encha as costelas de ar, puxando-o pelo nariz e procure expandi-las tridimensionalmente (para frente, trás e lado).
4º - Solte o ar pela boca fazendo o som da letra “A” e contraindo ainda mais o abdômen. Perceba como as costelas se aproximam.
Prontinho! Você já está realizando a respiração correta, mas, fique atento para não elevar os ombros, mantenha-os bem relaxados. O abdômen deve estar contraído durante todo o movimento (umbigo nas costas!), sem inflar. O que infla na inspiração é a caixa torácica. Na expiração o diafragma (músculo respiratório) se contrai puxando as costelas para as laterais e ativa os músculos abdominais.
Esta respiração deve ser lenta, porém forte, inspirando profundamente e permitindo preencher os pulmões de ar. A quantidade de ar que sai é maior que a do ar que entra, na proporção de 40% para inspiração e de 60% para expiração, assim, você irá reter mais oxigênio e exalar mais gás carbônico, contendo e diminuindo os batimentos cardíacos na atividade.

No próximo post você vai aprender como respirar corretamente na execução dos exercícios.

“Respirar é o primeiro e último ato da vida” - Joseph H. Pilates.
Um beijo e boa semana!

7 comentários:

  1. Realmente a respiraçao do pilates é otima mesmo né prof...
    Sou a prova viva disso,em poucas aulas ja tive otimos resultados!
    Parebens Prof pela bela explicaçao!

    Mery Martins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viroses

      São infecções causadas por agentes submicroscópicos, que invadem as células e são responsáveis por várias doenças do aparelho respiratório. Algumas vezes, atacam o nariz e a garganta, causando o resfriado comum, mas, muito freqüentemente, o vírus pode se espalhar e atingir outras partes do aparelho respiratório, provocando complicações como:

      gripe
      otite média
      bronquite
      pneumonia
      Contaminação

      Excluir
  2. QUERO TAMBÉM UMA AULALINHA PAULA! MUITA BOA A EXPLICAÇÃO PAULA!!! BEIJÃOOOO


    AMANDA N. FERREIRA

    ResponderExcluir